Como já falamos no post anterior, fomos a São Paulo para matar a saudade da cidade e conhecer as novidades abertas por lá, principalmente na área da gastronomia. Agora vamos contar as nossas experiências gastronômicas!

Santo Grão – tomamos um maravilhoso brunch, que já comentamos no passeio pela Rua Oscar Freire.

Le Pain Quotidienescolhemos na filial da Rua Pais de Araujo 178, no Itaim Bibi. Na Av 9 de Julho, bem em frente ao Hotel Ibis Budjet Jardins, do outro lado da rua, tem dois ônibus (6200 ou 6291) que vão para o Itaim. São apenas 5 pontos e a parada é a João Cachoeira, que fica a apenas alguns minutos de caminhada.

Curta nossa página no Facebook!

LPQ_0

Esta famosa rede, que é um misto de padaria e lanchonete e possui filiais em diversas cidades do mundo. Foi fundada em 1990 na Bélgica e tem como marca registrada as mesas comunitárias e o pão fresco de cada dia ~le pain quotidien~ feito artesanalmente com ingredientes orgânicos e sazonais. As mesas são de madeira de demolição, dando um ar rústico e meio antigo ao ambiente.

LPQ_04

Uma outra particularidade são bowls onde o café e o chocolate quente são servidos, lembrança da infância de seu fundador, que bebia assim o chocolate quente na casa de sua avó.

LPQ_01

Além de pães deliciosos, bolos, eles também servem as tartines, que são sanduíches abertos bem típicos da Bélgica. Além disso,o cardápio ainda oferece diversas opções de pratos e lanches que são servidos a qualquer hora do dia. Tudo muito simples, porém gostoso e com uma apresentação impecável!

LPQ_07

Compartilhamos o brunch, pois era bem farto e, para complementar, pedimos um ovo quente (você escolhe o tempo de cozimento – de 4 a 7 minutos). Escolhemos o brunch que vinha com salmão defumado, uma seleção de pães, um croissant, manteiga e dois tipos de pasta para passar no pão (creme de ricota e guacamole), ovo orgânico cozido, um potinho de iogurte com granola, uma bebida quente e o suco de fruta.

LPQ_02

O ovo quente extra veio acompanhado de fatias de pães diferentes, manteiga e geleia. No centro das mesas sempre ficam potes de geleias e uma pasta de chocolate branco e preto (tipo nutella) que podemos nos servir à vontade. Maravilha!

LPQ_03

Alguns produtos servidos no local – todos orgânicos – estão à venda e, claro, que fizemos as nossas comprinhas. Recomendamos principalmente os biscoitinhos speculoos que são amanteigados feitos com canela, igualzinho ao que comemos em Paris.

Uma semana antes, em viagem a trabalho, já tinha experimentado também o almoço executivo. Todos os dias, eles oferecem um prato, com bebida e sobremesa por R$28,70. O prato do dia era uma salada marroquina, servida com limonada e uma mini torta de limão. Pra complementar, pedi só um cafezinho pra acompanhar a sobremesa.

LPQ_05

LPQ_06

Mani o restaurante fica na Rua Joaquim Antunes 210, perto da Av Rebouças, no bairro Jardim Paulistano. Do hotel dá para ir à pé, são mais ou menos 2,5km. O restaurante foi eleito um dos melhores restaurantes de SP e também um dos melhores da America Latina pela revista britânica “Restaurant”. A especialidade da casa é a culinária brasileira, que é servida com originalidade e requintes num ambiente super descontraído. No corredor da entrada para o restaurante, há uma exposição de artistas brasileiros, janelas para cozinha e vários bancos, onde se pode esperar confortavelmente degustando alguma entradinha ou mesmo tomando um drink. Achei todos muito atenciosos e preocupados com quem estava esperando. Ah! Os alimentos servidos no local são orgânicos!

Mani_0

Achei o preço justo pelo serviço e comida servidos no restaurante. Tirei algumas fotos do cardápio para vocês verem os preços. Eles tem uns pratos do dia com preços bem justos – levando em conta, claro, que esse é um restaurante premiado!

Mani_01

Mani_02

Mani_03

Escolhi um dos pratos de destaque no cardápio, o peixe ao molho de Tucupi e mini cubinhos de banana da terra e migalhas do Mani. O mix de sabores e textura é indescritível!

Mani_04

E para a sobremesa, escolhi o Motel California, outra delícia. Era um doce de ovos, creme de baunilha, morangos, mini suspiros e nata, coberto com ganache de chocolate! Uma verdadeira orgia de sabores!

Mani_05

Mercado Municipaldo hotel Ibis Budjet Jardins, pode-se pegar o ônibus na estação Estados Unidos que fica bem em frente ao hotel. A parada é na Prestes Maia, e depois uma pequena caminhada.

MercadoMunicipal_0

A ida ao mercado já é um clássico. O mercado é incrível com várias barracas que vendem especiarias, legumes, verduras, frutas e frutos do mar. As estrelas do lugar, porém, são sem dúvida o pastel de bacalhau e o sanduíche de mortadela.

MercadoMunicipal_01

MercadoMunicipal_02

MercadoMunicipal_03

MercadoMunicipal_04

MercadoMunicipal_07

Se optar por comer o pastel, o melhor lugar mais famoso é o Hocca Bar. Dentro do mercado existem algumas filiais deste bar. Prepare-se para as filas! Rodamos muito até conseguirmos sentar para degustarmos nosso maravilhoso pastel de bacalhau. Não estamos falando de um pastel de vento e sim de um pastel com muito recheio. Uma farta quantidade de bacalhau desfiado e bem temperado. Uma maravilha!

MercadoMunicipal_pastel

Agora se você quiser comer o famoso sanduíche de mortadela, vá ao Bar do Mané. São mais ou menos 300grs de mortadela que eles esquentam na chapa e colocam dentro de um pão francês. Por motivos óbvios ele vem dividido ao meio. Confesso que já comi e é bem gostoso!

MercadoMunicipal_sanduiche

Indo ao mercado, outra parada obrigatória são as barracas de frutas. Os vendedores fazem questão de dar prova de quase tudo. Pior que todas as barracas fazem a mesma coisa, então prepare-se para provar muita fruta! As frutas na maioria das vezes são exóticas e algumas nós nem tínhamos visto aqui no Rio.

MercadoMunicipal_06

Jamie’s Italian – Av Horacio Lafer 61, Itaim Bibi. Abre ao meio dia e fecha sexta e sabado à 1 da manhã. Domingo fecha 10:30 e outros dias 23hrs. Aconselhamos fazer reserva no site, principalmente se quiser ir à noite.

JamiesItalian_01

Desde que Jamie Oliver abriu a filial de seu restaurante em São Paulo, estávamos loucas para ir conhecer! Já tínhamos ido ao Jamie’s Italian em Londres e tínhamos adorado! A atmosfera simples, despojada, comida super saborosa mas com preço justo e sem grandes sofisticações. É o tipo de restaurante que você se sente em casa e tem uma experiência gastronômica de outro mundo. E a filial de SP não deixou a desejar! Decoração e ambiente bem parecidos com o restaurante de Londres, preços justíssimos (eu diria até baratos!), como vocês podem ver no site e comida simplesmente MARAVILHOSA!

JamiesItalian_02

Para começar, um Aperol e carta di música crocante, um pão crocante com fatias de Pecorino Sardo e gotas de geleia de pimenta.

JamiesItalian_03

Depois pedimos duas massas, gostamos sempre de pedir 2 ratos diferentes e dividimos os dois, assim podemos provar mais comidas 😉 Um foi o Penne Pomodoro, massa fresca com molho de tomate, queijo mascarpone, mussarela e pangratatto (que é uma farofinha de pão muito crocante).

JamiesItalian_04

O outro foi o Jamie’s Sausage Papardelle, massa fresca com ragu de carne de porco e erva doce cozido num vinho Torrione Chianti e pangratatto com ervas.

JamiesItalian_05

De sobremesa, dividimos o Brownie Épico, famoso bolinho servido com sorvete de caramelo salgado e pipoca doce caramelizada no amaretto.

JamiesItalian_06

Ladurée do JK Shopping – Av Pres Juscelino Kubitschek 2041. Aqui nosso objetivo era matar a saudade dos deliciosos macarons. Este ícone da culinária francesa é um biscoitinho feito a base de farinha de amêndoas, clara de ovos e açúcar e com um recheio cremoso.

Laduree_01

Laduree_02

Ficamos um pouco frustradas, pois não tinha o sabor de camarel aux beurre salée (caramelo salgado) que é o nosso favorito. Então fomos de chocolate, framboesa, violeta e limão siciliano. Aqui no rio já encontramos esta delícia na Paradis ou no Guerin, mas realmente os da Ladurée são insuperáveis e valeu a ida ao shopping – e os nada baratos R$11,00 por macaron!

Laduree_03

O shopping JK é um reduto de todas as marcas mais luxuosas do planeta! Claro que ficamos só nas vitrines! Um detalhe é que o Eataly fica a poucos minutos de caminhada do JK e foi para lá que rumamos após o passeio. Mas isso é papo para o próximo post…

Deixe uma resposta