Dia 07, próxima parada: Moustiers-Sainte-Marie. Nosso objetivo aqui era conhecer o Gorges du Verdon, um dos maiores Canyons do mundo e o maior da Europa, e a cidade é a mais conveniente, pois fica a 5km do lago Sainte-Croix, ponto de partida de nossa aventura. Vale lembrar que se for a época da lavanda os campos de Valensole ficam também nesta rota.

Foram 106 km de Saint Tropez até Moustiers, fizemos o percurso em aproximadamente 2:30hrs numa estrada excelente. Programamos este pernoite para podermos aproveitar melhor tanto a cidade como o passeio para ver o Canyon. Ficamos no hotel Le Restanque Moustiers, escolhido ao acaso apenas pelas indicações do Booking.com, preço bom e por estar super bem localizado a apenas 2km da cidade e 5km do lago. Moustiers é uma típica cidade do interior da França, com pequenos restaurantes, lojinhas de presentes e turistas para todos os lados.

moustiers_sainte_marie_cachoeira

Curta nossa página no Facebook!

moustiers_sainte_marie_cidade

Da igreja, no alto da colina, você curte um lindo visual do lago Saint-Croix. Imperdível! A subida pode parecer interminável, mas no final você vai ser recompensado.

moustiers_sainte_marie_vista

moustiers_sainte_marie_nos

A cidade é conhecida principalmente por sua cerâmica faiance, facilmente encontrada e com preços e modelos para todos os gostos e bolsos.

IMG_5875

Apesar da chuva torrencial que não queria dar trégua, conseguimos aproveitar bem a cidade. Ao passarmos por uma charmosa delicatessen, vimos um anúncio na porta dizendo que vendiam lanche para o passeio no lago, decidimos comprar e fazer nosso lanche noturno no hotel, repleto de guloseimas! Incluímos até um cerveja artesanal à base de mel produzida na cidade.

moustiers_lanche

Dia 08: Amanheceu o maior sol! Ufa, nosso passeio estava garantido! Depois de um delicioso e atencioso café no hotel, partimos para nossa aventura.

Primeira parada: Pont du Galetas no lago Sainte-Croix, lago artificial criado com a construção da barragem de Saint Croix. Aqui alugamos o pedalinho por apenas 1 hora, pois ficamos com medo das pernas não aguentarem. A diversão é para toda família, são alugados também caiaques e, na alta temporada, barcos elétricos. O visual é indescritível, o contraste das águas verdes com aquelas montanhas imensas é de tirar o folego! No caminho ainda podemos visualizar algumas cachoeiras e pequenas cavernas. O passeio é muito tranquilo e seguro, e o tempo foi suficiente, afinal ainda tínhamos mais emoção nos esperando.

lac_sainte_croix_01

lac_sainte_croix_02

lac_sainte_croix_03

lac_sainte_croix_04

Saindo do lago, pegamos a estrada que nos leva a Castellane e passa por dentro do canyon. Ficamos amedrontadas, pois a estrada é estreita, na beira de um penhasco e os carros não andam tão devagar quanto deveriam. Valeu a pena vencer o medo, o passeio foi maravilhoso! A estrada tem paisagens lindas, com trechos onde se pode ver o lago ou o rio lá de cima e outros trechos onde passamos com o carro bem embaixo das rochas!

lac_sainte_croix_estrada_01

lac_sainte_croix_estrada_02

lac_sainte_croix_estrada_03

castellane_estrada

O percurso até ao ponto mais alto demorou mais ou menos uma hora e chegamos a cidade de Castellane. Aqui é o ponto de partida para os esportes radicais como rafting e bung-jump.

castellane_01

castellane_02

castellane_03

Paramos para comer, visitamos a cidade (que é bem pequena) e partimos para Aix-en-Provence, tópico para o próximo post!

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.