Uma semana de férias e o desejo de viajar. Para onde ir? Dessa vez, a escolha foi do namorado: Santiago! Havia uma promessa antiga de que a viagem seria programada por ele, mas isso não aconteceu… Tudo bem, ele sabe que eu gosto mesmo de planejar viagens. Para os que não gostam tanto de pesquisar mas querem algumas dicas, aqui vão elas!

Antes da viagem

antes_da_viagem_beta2

Santiago é uma cidade muito legal, mas não há tanto o que se conhecer. Em dois dias você consegue matar todos os pontos turísticos. Em três dias com bastante calma. Aproveite se tiver mais dias para visitar Viña del Mar e Valparaíso, fazer algum tour em vinícola e também subir a um dos centros de ski (caso vá no inverno). Fomos no início de Setembro e infelizmente não havia neve nos centros mais baixos, somente no mais turístico e caro Valle Nevado… 🙁

 

$$$

Curta nossa página no Facebook!

pesos_chelienos_betaConseguir pesos chilenos no Brasil pode não ser a coisa mais fácil. Levar dólares para o Chile não vai te ajudar muito… Sempre se perde dinheiro em câmbio e, ao escolher o dólar, você vai perder duas vezes: quando trocar real por dólar e quando trocar dólar por pesos chilenos. Trocar reais no Chile é super fácil. Ao chegar no aeroporto, ainda antes de pegar as bagagens, você vai encontrar uma casa de câmbio. O câmbio de lá é péssimo e elas ainda cobram taxa de serviço, então troque só o necessário para sobreviver a uma ida ao hotel e primeiros gastos (optei por trocar 100  reais). Procure depois pelo Centro outras casas de câmbio. Na rua Agustina, entre o Paseo Ahumada e a rua Bandera estão as melhores taxas. Para terem uma ideia, no aeroporto 1 real valia 186 pesos. No Centro, o valor variava desde 200 até 212 pesos para cada real trocado!

Chegando em Santiago

chegando_santiago_chileHá diversas possibilidades de transporte do aeroporto para o Centro, para todos os bolsos! Aos mochileiros de plantão, há ônibus que te levam ao Centro. Há duas empresas: Centropuerto e a Turbus. A primeira cobra $1.300 pelo ticket até o Centro ou $2.500 ida e volta. Você pode optar por descer nas estações Pajaritos, Las Rejas, Central, Universidade de Santiago ou Los Héroes (última parada). Já na Turbus o ticket custa $1.400 (ou $2.500 ida e volta). Paradas em Universidade de Santiago, Las Rejas e Pajaritos. Nenhuma das empresas aceita real ou dólar, é preciso pagar em pesos chilenos.

Outra possibilidade é o transfer compartilhado, feito pela Transvip e que custa em torno de $6.000 por pessoa.

Há ainda os táxis. Vários taxistas irão te abordar assim que você sair do desembarque, mas procure um balcão de alguma companhia. Conseguimos um taxi por $14000 até o Centro, sem precisar compartilhar com outras pessoas (parar em milhares de hotéis no caminho do seu pode ser um saco!).

Transporte

transporte_betaDependendo de onde você estiver hospedado, você vai usar pouco o transporte, podendo fazer diversas coisas a pé. Se não, poderá optar por metrô ou ônibus. Para andar de ônibus, você precisará de um cartão, chamado Tarjeta Bip, que pode ser comprado nas estações de metrô ou outros pontos de venda espalhados pela cidade. Esse cartão também pode ser utilizado no metrô. Ele custa 1.350 pesos (com 650 pesos para gastar) e você pode (re)carregá-lo com valores múltiplos de 500, a partir de 1.000 pesos. Para o metrô, você pode ainda comprar bilhetes unitários. Há valores diferentes para diferentes horários: horário “punta” (07:00 – 08:5959 e 18:00 – 19:5959), horário “valle” (06:30 – 06:5959, 09:00 – 18:00 e 20:00 – 20:4459) e horário “bajo” (06:00 – 06:2959 e 20:45 – 23:00). Sábados, domingos e feriados têm sempre o preço “valle”, não importa a hora.  Evitem os horários de pico, é como pegar um trem na Central na hora do rush. Eu mal consegui colocar os pés no chão… O metrô funciona até às 23:00 de segunda a sábado e até às 22:30 aos domingos e feriados. Algumas estações de metrô oferecem wifi grátis, você supostamente precisa colocar seu RUT (documento chileno, como o nosso CPF) para acessar. Na prática, é só colocar algum número de 9 dígitos (eu coloquei minha identidade, meu namorado colocou os primeiros 9 dígitos do CPF dele) e voilá, internet grátis e rápida! 🙂

Veja aqui o mapa do metrô se Santiago.

Veja aqui o mapa de ônibus de Santiago.

Andar de táxi em Santiago não é das coisas mais baratas… A tarifa começa em 300 pesos e cada 200m rodados (ou 60 segs parado) custam 250 pesos. Uma viagem de 5km por exemplo, vai ficar em torno de 6.500 pesos (33 reais, na época em que fui). Apesar disso, é super fácil conseguir um táxi, é só esticar o braço! 😉 Os táxis lá são pretos com o teto amarelo.

Onde ficar

onde_ficar_santiagoHá três bairros que normalmente são recomendados: Providência, Bella Vista e o Centro.

Escolhi ficar no Centro e não me arrependi. Fiquei perto da estação Universidad do Chile, que também é perto do Paseo Ahumada e a curta distância da Plaza de Armas, Mercado Central e outros pontos turísticos. Há diversos restaurantes por perto. Há diversas opções de Apart-hotéis em Santiago, com preços bem mais convidativos que hotéis. Escolhi e recomendo o Serrano Centro. É um apart-hotel normal, sendo que dois andares são reservados para a agência Serrano Centro. Eles têm um escritório 24hrs no 10º andar e podem te ajudar com tour e informações. Os quartos são todos equipados com uma mini-cozinha.

Reserve aqui seu hotel em Santiago!

Custo de vida

custo_de_vidaPara vocês terem uma ideia de custos, aqui vão os preços médios de comida e passeios em Santiago. Quando fomos, a conversão era feita, a grosso modo, multiplicando o preço em pesos chilenos por 5 e dividindo por mil. Então, algo que custasse 10.000 pesos, por exemplo, custava mais ou menos R$50,00.

Entrada nos museus Neruda – 4.000 pesos/ pessoa

Cerveja em bares – 2.000/2.500 pesos (garrafa de 1L)

Cervejas artesanais no supermercado – entre 1.000 e 1.500 pesos

Garrafa de vinho em restaurantes – claro que varia, mas você consegue um bom vinho por 6.000 pesos

Empanadas – de 500 a 1.000 pesos (dependendo do lugar e do sabor)

Refeição para 2 com bebida alcoólica (restaurante mediano) – 13.000 pesos

Café da manhã – em torno de 2.000 pesos/pessoa

Café no Starbucks – Mocha alto 2.500 pesos

Drinks (Piscola ou Pisco Sour) – 2.000 pesos

Essas são as dicas essenciais para quem está planejando uma viagem para Santiago. Recomendo o local para todo o tipo de viajante!

4 COMENTÁRIOS

  1. Parabens vo p chile amanha to madrugando preocupado sem conseguir pensar em outra coisa. E vc escreve muito bem e foi bem util com as dicas quebrou uma arvore p mim.. haha obrigado

Deixe uma resposta