Hoje estamos participando de uma Blogagem Coletiva com vários outros blogs amigos com dicas de “bate-e-volta” para ajudar quem não se programou neste feriado de finados!

Se você gosta de viagens do tipo bate-volta e não dispensa uma boa cerveja, tenho um programa perfeito pra você! Junte alguns amigos e visite a cervejaria Bohemia, localizada na cidade de Petrópolis na região serrana do Rio de Janeiro. Você pode decidir por onde quer começar o seu programa: pelo bar ou pela visita à fábrica.

Vou começar falando do bar, pois foi por onde comecei. O bar oferece diversos petiscos (a maioria de salsicha ou linguiça), inclusive pães feitos de diferentes tipos de cerveja. Provei e recomendo a cesta de pães, a linguiça calabresa recheada de provolone, a linguiça fatiada acebolada com ervas e a porção de mini salsichas. Além disso, é claro, há diferentes tipos de Bohemia, até o chopp, somente vendido lá. Tudo uma delícia. Ponto negativo: algumas cervejas estavam em falta no dia…

Degustação do dia: Bohemia Confraria bem gelada servida em sua taça tradicional em formato de cálice.
Mestre Cervejeiro em mais um dia de “trabalho árduo”.

Curta nossa página no Facebook!

A visita à fábrica surpreendeu e muito. Para quem já visitou cervejarias em outros países (como a Brooklyn Brewery ou a Heineken Experience), pode começar as comparações. A Bohemia não deixa a desejar em nada! O passeio começa com a história da cerveja. Passando por telas interativas e touch screen, fotos e cenários, você conhece um pouco mais de como a bebida foi criada. Logo depois, você pode explorar os diversos tipos e rótulos de cerveja, além de sugestões de harmonização. É claro que depois disso vem a história da própria Bohemia. Descendo os andares da fábrica, está um protótipo do local onde a cerveja é feita. Você pode experimentar os ingredientes utilizados, jogar joguinhos sobre as etapas da fabricação e Imensos tanques com demonstração do que ocorre neles são percorridos com o auxílio de um guia, que explica o que ocorre no recinto. Chega então o momento mais aguardado por todos: a degustação! Não, a cerveja não é liberada e não, você não vai se embebedar. Você vai, sim, provar o raro chopp Bohemia e um outro tipo de Bohemia. Provei uma Confraria no dia, um copo completo, espetacular!

As fotos são armazenadas na sua pulseira e depois enviadas por e-mail no final do tour.

Você acha que acabou? Ainda não! Computadores interativos estão à disposição para você tirar diversas fotos divertidas com seus amigos. Tire fotos em meio à plantação cevada ou barris de cerveja, tire fotos para um cartão postal, brinque com diversos cenários. Depois de toda a diversão, utilize o computador disponível para enviar para o seu email todas as fotos e atividades feitas durante a visita, é só ter salvo tudo na sua pulseirinha de código de barras! Importante: guarde a pulseirinha! Caso você não receba as fotos no seu email, você pedir tudo pelo SAC da empresa, é só informar o código da pulseira. Na saída, você ainda passa pela fábrica modelo da marca, com funcionamento real. Se der sorte, você ainda pode dar de cara com “o cara”: o mestre cervejeiro. O que ele faz? Prova todas as cervejas produzidas para testar a qualidade.

O passeio dura em média 3 horas, mas garanto que você não vai ficar entediado. Pelo contrário, dá pra ficar mais de 3 horas passeando por lá sem sacrifício algum! Você já esteve na cervejaria Bohemia? Então conte sua experiência nos comentários.

Vale lembrar que esse post não tem nenhum vínculo de propagada com a cervejaria Bohemia e visa apenas relatar a experiência da autora. A gente vive reclamando de tanta coisa, né? Por que não relatar também as coisas boas? =)

Maiores informações: Aqui!

blogaem_coletiva_bateevolta

Blogs Participantes

Confira outros blogs que estão participando da Blogagem Coletiva e tenham mais dicas para viagens “bate-e-volta”:

9 COMENTÁRIOS

  1. Não bebo cerveja (nenhuma bebida alcoólica, na verdade kkkk), mas gostei demais da dica. Vale a visita para conhecimento. Gosto muito de visitar lugares que nos mostram como se fabricam as coisas e quase visitei a fábrica da Barden Barden, em Campos do Jordão. Infelizmente, não deu tempo. Ótima dica!!!

  2. Olá

    Uma boa pergunta, o que não fazemos por uma boa cerveja? 🙂

    Gostei bastante da dica, não conheço a fábrica da Bohemia e realmente vale incluir num próximo roteiro.

    Abs
    Edson

Deixe uma resposta