Ah, Paris! Só de estar em Paris, já ficamos felizes… Mas é claro que temos nossa região especial na cidade. Adoramos ficar no Quartier Latin, uma região que engloba partes do 5º e 6º arrondissements. É onde fica o Boulevard Saint Germain, o Jardin du Luxembourg, a Sorbonne e diversas outras universidades e escolas. Se você não conhece Paris, vamos explicar um pouco como funciona a divisão em “bairros”. O ponto central de onde partem todos os arrondissements é o Louvre. A partir dele, a cidade é dividida em 20 arrondissements que, em sentido horário, formam um caracol. Isso significa que quanto menor o número da região, mais central ela é e claro, quanto maior o número, mais distante do centro você está.

Paris_arrondissements

Foto: Wikipedia

Curta nossa página no Facebook!

 

Dito isto, vamos ao nosso histórico de estadas na cidade luz! Na primeira vez que fomos a Paris, ficamos 20 dias por lá. Uma amiga de uma amiga tinha um studio para aluguel lá e nos pareceu perfeito à primeira vista. Poderíamos cozinhar em casa de vez em quando, teríamos mais liberdade, a localização era ótima, não enxergávamos nenhum defeito. Antes de viajarmos recebemos um mini guia da região e o contato de um encarregado pelo studio lá em Paris. Chegando lá, foi que começaram os nossos problemas. O tal do encarregado deveria nos encontrar no studio quando chegássemos para nos mostrar os detalhes do apartamento e entregar as chaves. Mas ele nunca apareceu. Quem nos entregou as chaves foi o motorista (indicado pela dona) que nos levou do aeroporto para lá. O studio era bem pequeno, com um banheiro também bem pequeno, mas como já falamos antes, isso não nos incomoda. Foi ao longo da nossa estada que percebemos que a opção pelo studio e não por um hotel pode acarretar em alguns aborrecimentos. A dona do studio tinha nos prometido limpeza e troca de toalhas e lençóis a cada 3/4 dias, o que não aconteceu. O lixo se acumulava no studio (não conseguimos de jeito nenhum encontrar uma lixeira no prédio), as toalhas não eram trocadas, não tínhamos nada para limpar o studio. Foram diversos dias sem aparecer ninguém e sem conseguir contato com a pessoa indicada por ela em Paris. Acontece que o rapaz que trabalhava para ela tinha viajado de férias e deixado um terceiro no lugar dele. O terceiro deixou um quarto no lugar dele, que não cumpriu com o combinado. Depois de muita insistência, o rapaz apareceu no studio quando não estávamos lá e deixou um jogo de toalhas. E só, não voltou mais. Além disso tudo, o valor do aluguel de um studio em Paris pode ser o mesmo de uma diária de hotel, onde você tem todo o conforto de uma recepção 24 horas, limpeza diária e toda a assistência que você possa precisar sem ter que ligar para ninguém. Foi a primeira e última vez que optamos pelo aluguel. É claro que se você está em um grupo de mais de 3 pessoas, está com crianças, tem restrições alimentares, pode valer a pena.

Studio em Paris - Rue de Bièvre
Studio em Paris – Rue de Bièvre

 

O studio pode não ter sido uma boa experiência, mas a localização certamente foi. Todas as outras vezes que viajamos para Paris, decidimos ficar por ali. Por que? Porque o 5º arrondissement é uma região de grande concentração de estudantes, uma região jovem, simpática e barata. Porque há muitos restaurantes e bares por perto, porque há bons restaurantes por um bom preço, você pode ir andando para muitos dos pontos turísticos (Notre Dame, Ile Saint Louis, Hotel de Ville, Marais, Sena, entre outros), há várias estações de metrô pela região, o comércio ali por perto é excelente e ali já nos sentimos em casa, sabemos andar e nos perder sem desespero!

Já foram vários os hotéis em que ficamos, por diversas razões (obras, preços mais caros, sem quartos disponíveis nos que tínhamos ficado antes…), mas listamos aqui todos os que recomendamos. Todos os hotéis ficam na Rue des Écoles (ou bem pertinho dela), possuem internet wifi, elevador e aquecimento/ ar condicionado.

 

Moderne (atualmente Le M. Saint-Germain) e Sully Saint-Germain (atualmente Atmosphères):

Dois hotéis três estrelas excelentes! Quartos com um bom tamanho e serviço muito bom. Infelizmente, os dois passaram por reformas e se tornaram hotéis mais caros, mas considerando que estamos falando de Paris, não são nenhum absurdo. No Moderne o café da manhã estava incluso e era simplesmente delicioso! Nunca vi em outro lugar um queijo brie tão grande… dava até pra fazer um belo sanduíche para comer durante o dias às margens do Sena. Não temos como falar sobre os dois no momento, mas as obras parecem ter sido para melhor! Também não vamos colocar fotos aqui, pois elas já estariam desatualizadas.

 

Familia Hotel:

Hotel_Familia

Hotel duas estrelas bem honesto. Quarto bem pequeno e banheiro idem. As paredes feitas de pedra e a decoração em madeira escura deixam o ambiente ainda menor, assim como as pesadas e numerosas portas entre os corredores. Há um ponto negativo nesse hotel: o travesseiro. Na cama de casal o travesseiro é único e baixo, muito baixo (carinhosamente chamamos de travesseiro negativo). O café da manhã é incluso na tarifa. Eles servem à mesa uma cesta com um croissant e um pedaço de baguete para cada pessoa, acompanhados de manteiga e geleia (algumas vezes complementamos comprando queijo, presunto e iogurte no mercado).

Hotel_Familia_quarto

Hotel_Familia_banheiro

Hotel_Familia_cafe_01

Hotel_Familia_cafe_02

Fotos retiradas do site do hotel (exceto a última).

 

Minerve Hotel:

Minerve_Hotel

Hotel três estrelas do lado do Familia (e dos mesmos donos). Quarto e banheiro um pouco maiores. Café da manhã oferecido por 9 euros. Não comemos, mas demos uma olhada e é super bem servido (buffet). Os quartos tem uma pequena varanda com uma mesinha e duas cadeiras. Deve ser uma delícia tomar café da manhã ali no verão!

Minerve_Hotel_quarto

Minerve_Hotel_banheiro

Fotos retiradas do site do hotel.

 

Hotel Vendôme Saint-Germain:

hotel_vendome

O último em que ficamos (Dez/2014). Quarto com tamanho bom e banheiro idem. Recepção extremamente simpática. Oferecem café da manhã por 9 euros. O café é honesto, mas bem servido. Você pode se servir à vontade de croissants, baguette, pains au chocolat, bolo. Tem dois tipos de queijo (embalados em porções individuais), manteiga e geleia. A rua é super calma, então não tem como barulho algum chegar aos quartos. Na nossa saída percebemos a movimentação de arquitetos e engenheiros prestes a começar uma reforma no hotel, o que pode significar em aumento das tarifas…

Vendome_quarto_01

Vendome_quarto_02

Vendome_banheiro_01

Vendome_banheiro_02

Vendome_cafedamanha

 

Se você quiser um ponto de partida para procurar hotéis, indicamos a Rue des Écoles. Tem muitos hotéis por ali, para todos os gostos e bolsos. No Booking.com é fácil, é só escolher ver os hotéis no mapa, aí você pode ver todos os que tem pela região. Tem outro hotel pra indicar? Deixe aqui nos comentários!

 

Links:

Le M. Saint-Germain – Booking.com

 Le M. Saint-Germain – Trip Advisor

Hotel Atmosphères – Booking.com

Hotel Atmosphères – Trip Advisor

Familia Hotel – Booking.com

Familia Hotel – Trip Advisor

Minerve Hotel – Booking.com

Minerve Hotel – Trip Advisor

Vendôme Saint-Germain – Booking.com

Vêndome Saint-Germain – Trip Advisor

 

Quer reservar um hotel em Paris? Então tenta aqui:

Deixe uma resposta