Para aproveitar ao máximo a região da Provence e côte d’Azur, o melhor é alugar um carro. Você vai conseguir poupar tempo nos deslocamentos e mudar de planos sem grandes consequências. Se você for fazer qualquer outra viagem em que seu foco não seja as cidades principais, sem dúvida a melhor escolhas será o aluguel de um carro. Aqui vão algumas dicas para alugar o carro e também alguns dos perrengues que passamos!

Alugando o carro

Nosso carro - Scénic
Nosso carro – Scénic

O aluguel do carro pode ser feito aqui do Brasil mesmo, diretamente no site da locadora ou através de sites especializados em aluguel de carros, como o rentalcars.com.br. Não importa a forma que você escolha, aqui você só paga uma parte do valor total. Verifique o que você ainda terá que pagar no local para não ter uma surpresa… Normalmente, GPS, condutor extra e taxa de sentido único (quando você pega o carro em uma cidade e devolve em outra) são cobrados no local. Muitas vezes, quando você chega na locadora, eles te oferecem um upgrade de carro. Vale a pena aceitar o upgrade se oferecerem carro com GPS integrado!

Porta-malas com 2 malas médias, 2 malas pequenas e 2 mochilas
Porta-malas com 2 malas médias, 2 malas pequenas e 2 mochilas

Curta nossa página no Facebook!

Quando escolher o carro, tenha em mente seus deslocamentos com malas. Se você for viajar de uma cidade para outra fazendo paradas no meio, escolha um carro com um porta-malas grande, para que nenhum dos seus pertences fique à mostra. São diversas as histórias de pessoas que deixaram malas ou mochilas no banco de trás e tiveram seus vidros quebrados e malas roubadas. Já imaginou o prejuízo e a dor de cabeça? E falando nisso… Faça um seguro! Nunca se sabe quando vai precisar… Há seguros que cobrem acidentes pessoais, furto, roubo, arrombamento, batidas etc. Escolha o que for mais conveniente. Aviso logo que não é barato…

Carteira de motorista

Antes de alugar carro na França pela primeira vez, fizemos nossas permissões internacionais. Não tenho certeza se realmente é necessário, mas foi fácil de fazer e achamos melhor. Mas realmente nunca nos foi pedida nas locadoras. Pelo contrário, o documento que fica registrado e xerocado é a carteira original.

Na estrada!

Alugar um carro com GPS é essencial! A possibilidade de colocar as coordenadas exatas de um lugar é bem útil quando um endereço te leva a caminhos estranhos ou sem saída…. Além do GPS, gostamos de verificar as distâncias e caminhos a percorrer com antecedência e usamos o app Via Michelin para fazê-lo. O app te dá 3 possibilidades de caminho e te informa o custo de pedágio, distância a percorrer em cada um e tempo estimado de viagem. Assim você pode calcular quantas cidades pode visitar por dia. As estradas maiores normalmente te possibilitam chegar mais rápido às cidades, já que a velocidade máxima permitida é 130 km/h. O pedágio normalmente é mais caro nessas vias também. Nas estradas menores, muitas vezes não tem nem pedágio, mas a velocidade é mais controlada e muitas vezes você passa por dentro de algumas cidades, tendo também que diminuir a velocidade. O bom de optar pelas estradas pequenas são as lindas paisagens no caminho!

Há diversos tipos de pedágio nas estradas francesas. Muitos só aceitam moedas, então é importante guardar uns trocados para  a estrada! Em algumas estradas você coleta um ticket quando entra, e, quando sai da estrada, insere o ticket em uma nova máquina para que lhe seja informado o valor devido. O valor é calculado em cima da rota percorrida.  Há alguns pedágios que só aceitam cartão de crédito. Nosso cartão brasileiro não foi aceito em alguns deles. Mas não se preocupe, clique o botão de emergência e logo aparecerá alguém para receber em espécie e liberar a cancela para você!

Retire seu ticket
Retire seu ticket

 

Insira seu ticket para fazer o pagamento
Insira seu ticket para fazer o pagamento

 

Jogue as moedas no cesto!
Jogue as moedas no cesto!

 

País das rotatórias

Não sei se é oficial, mas a França é o país das rotatórias! Todas as estradas possuem diversas rotatórias ao longo do percurso. DIVERSAS, não uma ou duas. Algumas com até mesmo 5 saídas! Cuidado com o GPS nas rotatórias, muitas vezes ele erra o número da saída. Procure a saída certa pelo destino informado.

Estacionamentos

Procure a luz verde!
Procure a luz verde!

Há um número imenso de estacionamentos na França. Nunca tivemos problema para estacionar nosso carro. Nos estacionamento fechados como os de shopping, luzes verdes e vermelhas em cima das vagas indicam se as mesmas estão livres ou ocupadas. Assim fica fácil saber onde tem um espacinho pro seu carro! Na rua, fique atento às máquinas de pagamento de estacionamento. Geralmente é uma só para uma rua toda. Você deve inserir a quantidade de dinheiro de acordo com o tempo que deseja ficar ali (tem uma tabelinha indicando os valores relativos) e vai receber um ticket. Esse ticket deve ser colocado dentro do carro, à mostra, caso passe algum fiscal para verificar.

Não esqueça de colocar o ticket no retrovisor
Não esqueça de colocar o ticket no retrovisor

 

Devolução do carro

As locadoras normalmente aceitam devolução de carros em horários em que as lojas estão fechadas (devolução em aeroportos e estações de trem). Nesse caso, há um estacionamento específico para locadoras, com vagas marcadas para cada locadora separadamente. Há também uma caixinha ou gaveta do lado de fora da loja onde você joga a chave do carro. Cuidado com um detalhe: combustível. Quando devolvemos nosso carro na Avis com tanque cheio, a cobrança do montante restante do aluguel veio com combustível incluído. No final das contas, eles acabaram fazendo a devolução da cobrança, mas foram necessários alguns e-mails e comprovação de tínhamos colocado combustível suficiente no carro para rodarmos a quantidade de quilômetros marcada. Ah, outra dica importante, sempre encha o tanque antes de devolver o carro! A taxa que as locadoras cobram para o tanque vazio (seja ele meio vazio, quase cheio ou completamente vazio) é sempre a mesma, e o valor do combustível é bem mais alto que em qualquer posto.

 

Boa sorte e Bonne route! Ficou com alguma dúvida? Entra em contato com a gente!

bonne_route

 

8 COMENTÁRIOS

  1. Oi Roberta! Adorei seu blog. Estou planejando uma viagem com meu marido ao sul da França em Setembro e ainda restam dúvidas. Vc pode informar qual foi a agência que vc alugou o carro, se foi daqui pelo Brasil e aproximadamente o custo?
    Pretendemos ficar no mínimo 20 dias, vc acha que fica vale a pena – logistica e financeiramente falando – alugar por tantos dias?
    Obrigada e muitas viagens!!!!
    Rita.

    • Oi, Rita! Tudo bem?
      Nós alugamos daqui do Brasil pela rentalcars.com. Eles são como um submarino viagens e fazem buscas em diversas empresas de aluguel.
      Para nós valeu super a pena, pois podíamos fazer diversos bate e volta durante o dia sem nos preocuparmos com horários de ônibus ou trem. É muito fácil e gostoso dirigir por lá, tudo muito bem sinalizado e com estradas lindinhas.
      Pegar o carro em uma cidade e devolver em outra sai mais caro, mas pra gente compensou. Se você for alugar, lembre de escolher uma carro que caiba todas as suas malas sem deixar nada à mostra, os furtos são comuns quando alguns objetos ficam à vista!

      Qualquer dúvida, entre em contato. Você vai amar a França!

      Bjs,
      Roberta

  2. Li este post antes de vir, mas só aqui descobri que muitos estacionamentos, inclusive parquímetros, têm 1 hora grátis!!! Excelente! E fora isso, não é caro não.

  3. Olá Roberta!!!

    Passando só pra dizer que o seu post foi o melhor que encontrei sobre o assunto até agora!
    É valiosíssimo encontrar tão cuidadoso relato!
    Desejo-lhe que suas próximas viagens sejam incríveis!
    Muito obrigado por compartilhar sua experiência!

    Leonardo Foggia

  4. Olá Roberta! Seu post está me ajudando muito, gostaria de saber quanto você pagou no caução do carro.
    Peguei um carro pela Hertz, o mais básico só que to com medo do caução. Sabe me dizer quanto ficou?
    Obrigada.
    Beijos

    • Oi, Juliene! Não tenho certeza, mas acho que é o valor da franquia que você contrata! Nas últimas vezes que tenho alugado carro, tenho contratado o seguro total na hora na seguradora e aí não tem caução. Esse seguro normalmente custa algo entre 15/ 20 euros por dia dependendo da seguradora, mas é menos uma dor de cabeça… Com o seguro total você não paga mais nada se acontecer algo com o carro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.